Buscar
  • Fernanda Durão

Grupo de Resgate de Animais de Desastres no Recife

Os animais vítimas das enchentes também estão recebendo apoio e tratamento com as consequências das chuvas na Região Metropolitana do Recife e municípios vizinhos. Através do Grupo de Resgate de Animais de Desastres ( Grad-Brasil) que já resgatou mais de 40 animais que estavam presos, soterrados e feridos nos escombros do que sobrou das casas e de abrigos que não resistiram à força da chuva.

A vinda da equipe de especialistas ao Estado foi articulada pela ativista Goretti Queiroz que entrou em contado com o Grad e intercedeu junto à Prefeitura do Recife para que o trabalho ganhasse apoio do poder público. Também tem integrado a ação, profissionais do Conselho Regional de Medicina Veterinária, e outras instituições.

“Entendemos que o momento é de acolhimento, tanto aos humanos que perderam seus parentes e casas, quando os animais que ficaram nos escombros e ilhados sem ter para onde ir e sem comida”, destacou Goretti acrescentando que toda vida importa.

As fortes chuvas registradas nos últimos dias em Pernambuco deixaram rastro de mortes e destruição no estado. Mais de 100 pessoas morreram com o soterramento de suas casas e cerca de sete mil estão desabrigadas, pois perderam tudo.

O Recife e Região Metropolitana foram as mais castigadas. A tragédia também afetou os animai, alguns morreram soterrados junto com seus tutores; outros sobreviveram, porém ficaram abandonados. A situação dos abrigos de animais foi dramática. Muitos foram atingidos pelas chuvas e ficaram alagados, preocupando os cuidadores que tiveram que pedir ajuda para resgatar os animais.

Uma campanha foi lançar para arrecadar ração, coleiras repelentes, antipulgas, polivitamínico, toalhas, cobertores e outros itens de primeiros socorros. Toda doação deve ser entregue no edifício sede da Prefeitura, no Cais do Apolo, bairro do Recife.




3 visualizações0 comentário