Buscar
  • Fernanda Durão

Vereadora Goretti Queiroz recebe grupo de estudantes com deficiência na Câmara do Recife

Ao todo, 30 crianças participaram da sessão plenária.


A vereadora Goretti Queiroz (PSC) recebeu, nesta quarta-feira (16), estudantes deficientes da Rede Municipal de ensino. As crianças foram convidadas pela parlamentar para participarem do seu discurso sobre inclusão social e o trabalho da prefeitura com os investimentos de tecnologia no âmbito educacional de crianças e adolescentes com algum tipo de déficit. Só no Recife, nos últimos sete anos, a rede municipal de educação registrou um aumento de 59,7% no número de matrículas de estudantes com deficiência.


Em seu discurso, Goretti Queiroz falou sobre os recursos disponibilizados pela prefeitura e utilizados pela Secretaria de Educação do Recife. "Esses investimentos permitem o fomento de inúmeros projetos com crianças e adolescentes, desde a educação infantil, fundamental e jovens adultos (EJA). Várias dessas crianças atendidas pelo programa de educação inclusiva, desenvolvem inúmeras capacidades", destacou.


A vereadora fez questão de citar o exemplo do aluno Alisson Gabriel dos Santos, 13 anos, estudante  do 6º ano do ensino fundamental da rede municipal do Recife e portador de paralisia cerebral. O garoto é uma das mais de quatro mil crianças matriculadas, e beneficiadas dentro do projeto inclusivo da prefeitura atualmente. No seu caso, um tablet com programa específico o ajudou no processo de comunicação e de aprendizagem, já que ele tem dificuldades motoras e não consegue utilizar lápis para escrever. Através do trabalho da educação inclusiva, Alisson teve a oportunidade de melhorar a comunicação escrevendo através do computador.


Foto: Ivana Costa

O estudante escreveu um e-book com a ajuda da sua professora Janiereis Costa, onde conta a história de um cão com super poderes. O livro "Ben, o Cão Super Mutante", uma pequena associação de um dos seus super heróis preferidos - o Ben 10 com o cãozinho que ele tem em casa.


Goretti Queiroz fez questão de apresentar o trabalho do garoto para os outros vereadores. "Quando soube da história do Alisson fiquei emocionada, primeiro por se tratar de uma criança inteligentíssima e com uma sensibilidade incrível com os animais. Segundo, por me  colocar no lugar das mães dessas crianças que, hoje, recebem apoio da prefeitura do Recife. Como mãe e como mulher me sinto honrada ao falar desse tema, acredito que programas como esses ajudam e estimulam várias mudanças nas vidas dessas crianças e jovens”, disse Goretti Queiroz.


Atualmente, 250 professores especializados estão subdivididos nas necessidades e demandas dos alunos.Todos os alunos deficientes das mais de 300 escolas especializadas em educação especial recebem plataformas aptas a todas as necessidades, além de assistência eficiente para a evolução emocional e intelectual. 


“Esse trabalho da prefeitura é um exemplo para todo o Brasil. Quando há respeito com as crianças, não existe fronteiras para nenhuma delas com ou sem deficiência. O investimento feito para ajudar essas pessoas tem um valor inestimável”, disse a vereadora.


O trabalho de educação inclusiva também tem ensino bilíngue para os surdos. “Eles aprendem a se comunicar através de Libras, a linguagem de sinais, mas inserindo a língua portuguesa intensamente, com intuito de ampliar suas perceções de aprendizagem, da vida na sociedade”, explicou a gerente de educação do Recife, Adilza Gomes.


Com esse sistema atual bilingue, o Recife agora está junto com São Paulo, Rio de Janeiro,  Fortaleza e Campina Grande,  seguindo as normas nacionais de educação.

10 visualizações

Câmara Municipal do Recife

Rua Princesa Isabel, 410 • Gabinete 04 • Boa Vista • 50050-450 • Reciife/PE • (81) 3301.1279

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • Twitter - Círculo Branco
  • Flickr - Círculo Branco

Vereadora Goretti Queiroz • Todos os direitos reservados