Buscar
  • Fernanda Durão

Depoma dá exemplo e acolhe duas cadelas que viviam nas ruas

Conheça a história de Risoflora e Risoleta, cadelas que foram acolhidas pelos policias da Delegacia de Meio Ambiente. Atualmente, os animais encontram-se disponíveis para adoção.


A vereadora Goretti Queiroz visitou, no final de outubro, a nova sede da Delegacia de Policia do Meio Ambiente (Depoma), instalada em Tejipió. A visita foi para conhecer o novo delegado Ademar Candido, que assumiu a pasta há pouco mais de um mês. Durante o encontro, Goretti Queiroz conheceu a história de duas cadelinhas que vivem no local.


Risoflora e Risoleta, como são chamadas pelos policiais lotados na sede, moram nos arredores da delegacia. As duas cadelas não têm raça definida e são cuidadas pelos policiais da sede. No departamento elas recebem ração e água, além de carinho de todos os que frequentam aquele espaço.

Foto Ivana Costa

Durante o primeiro contato da vereadora no local, ficou definido que ela voltaria com a sua equipe na delegacia para castrá-las. No último final de semana, Risoflora e Risoleta ganharam um dia de princesa com direito a banho e tosa. Elas também receberam um fardamento de segurança personalizado.


Apesar de serem cuidadas pelos policiais da delegacia, as cadelas estão disponíveis para adoção. A única exigência feita pelos agentes é que a adoção seja feita por uma família que tenha disponibilidade para adotar as duas, já que elas não conseguem se separar.

Foto: Ivana Costa

“A gente sabe que há animais que realmente se apegam muito uns aos outros e não conseguem se separar. Nesse caso, a adoção conjunta é a melhor alternativa para evitar sofrimento da separação. Alguns animais acabam adoecendo quando separados e algumas vezes chegam até a morrer”, informou a vereadora.


ADOÇÃO CONJUNTA


A adoção conjunta de animais auxilia na redução de ansiedade, estresse e/ou depressão. Estudos apontam que animais que passam muito tempo sozinhos sofrem de ansiedade. Os principais sintomas da depressão em um pet é comer exageradamente, deixar de brincar, urinar ou defecar pouco, assim como casos de diarreia frequente. O importante é consultar o médico veterinário ao indício de qualquer sintoma. Ter dois animais em casa muitas vezes evita esse tipo de doença, pois um faz companhia ao outro, dessa forma não sentirão tanto a ausência de seus tutores, enquanto os mesmos estiverem trabalhando ou fora de casa praticando alguma atividade externa.

0 visualização

Câmara Municipal do Recife

Rua Princesa Isabel, 410 • Gabinete 04 • Boa Vista • 50050-450 • Reciife/PE

(81) 3301.1279

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • Twitter - Círculo Branco
  • Flickr - Círculo Branco

Vereadora Goretti Queiroz • Todos os direitos reservados